terça-feira, 26 de abril de 2016

D
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5

Programa do PMDB com propostas sociais será lançado na quarta

temer-624x416
Estadão Conteúdo – O PMDB vai lançar nesta quarta-feira, 27, o programa com propostas para a área social intitulado “Uma Ponte para o Futuro 2 – Travessia Social”. A informação foi repassada nesta segunda-feira, 25, pela Fundação Ulysses Guimarães, instituição ligada ao partido e que foi responsável pela elaboração do programa.
Segundo apurou o Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado, o partido não deve realizar um “ato fornçamento. A ideia é fazer uma coletiva de imprensa, como aconteceu no lançamento do “Uma Ponte para o Futuro”, programa com propostas para a área econômica lançado pelo PMDB em novembro.
Considerado um plano de governo para área social de uma eventual gestão de Michel Temer como presidente da República, o programa já estava pronto desde março, mas a cúpula do PMDB aguardava o “timing” certo para lançar. A ideia era só divulgar o plano após a instalação da comissão do impeachment do Senado, prevista para esta terça-feira, 26.
O lançamento será realizado um dia após Temer se reunir com quatro centrais sindicais. Representantes da UGT, Força Sindical, CTB e Nova Central devem se reunir nesta terça-feira com o vice-presidente, quando pretendem pedir ao peemedebista que, em um eventual governo, não sejam adotadas mudanças na área trabalhista defendidas por empresários.
Propostas
O Ponte para o Futuro 2 prevê a manutenção de programas sociais como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e Pronatec, mas propõe a revisão dessas políticas em busca de melhor “eficácia”. Essa revisão tem sido atacada pelo PT e pela presidente Dilma Rousseff, que acusam o PMDB de querer acabar com os programas sociais.
No programa, também conhecido como “Plano Temer 2”, o PMDB propõe que a política social do governo federal deverá ser voltada para 40 milhões de brasileiros, público atendido atualmente pelo Bolsa Família. O tipo de política social, no entanto, vai variar entre essas pessoas.
O primeiro tipo de política, considerada “mais inclusiva”, será voltada para 35 milhões de brasileiros, com o objetivo de ajudá-los a sair da linha de pobreza. A outra será “assistencialista de fato” e voltada para 5 milhões de pessoas consideradas sem condições de sair da pobreza no médio prazo.
No Ponte para o Futuro 2, o partido vai propor ainda a chamada validação de qualificação profissional obtida fora da educação formal. A proposta prevê que o governo federal dê o reconhecimento profissional ao cidadão que atua em determinada profissão e pretende obter a certificação desse conhecimento baseado na experiência que possui.
De acordo com os autores envolvidos no programa, trata-se de uma política social com objetivo de ajudar os cidadãos que estão à margem da atividade formal a entrarem no mercado de trabalho formal. O programa do PMDB, contudo, não aprofunda como a proposta deverá ser executada.

PR de Tabira anunciará desembarque da base do Grupão nos próximos dias

Alan Xavier poderá ocupar a vice na chapa de Nicinha
Alan Xavier poderá ocupar a vice na chapa de Nicinha
O presidente do Partido da República (PR), em Tabira, o médico Alan Xavier já admite sua saída da base do chamado Grupão. O afastamento já foi sentido pelos integrantes do grupo quando da última reunião verificou-se a ausência do republicano.
A uma fonte do Tabira Hoje, Alan revelou que tem mantido conversas com o ex-prefeito Dinca Brandino (PMDB) sobre as eleições de outubro deste ano. A mesma situação ocorre com a vice-prefeita Genedy Brito, filiada ao partido, deve anunciar formalmente a sua saída do Grupão nos próximos dias. ( Tabira Hoje/foto).

Ex-aliado de FBC já tem candidato em Petrolina Postado em 25 de abril de 2016

BETO
Do blog de Edenevaldo Alves
Ex-aliado do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), o vereador de Petrolina Adalberto Filho (PMDB), após a migração do PSB para o PMDB, já demonstra familiaridade com a nova casa partidária.
Betão, como é conhecido na cidade, fez uma visita ao pré-candidato a prefeito Coronel Heitor Leite (PMDB) e, muito bem à vontade, mostrou descontração ao assumir que já tem sua preferência quanto ao nome do partido para suceder Júlio Lóssio.

Brasil deve aumentar 40% em sua produção agropecuária até 2019

imagem.A agropecuária representa cerca de 23% do Produto Interno Bruto (PIB), de acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA/2015).
O crescimento do setor é reflexo do aumento da população mundial, que deve atingir cerca de 9,7 bilhões de pessoas até 2050. A previsão é que o Brasil aumente sua produção agropecuária em 40% até 2019 e de alimentos em 80% até 2050 para suprir esta demanda, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).
Em território de solos férteis, abundância hídrica, clima tropical, biodiversidade e vantagens diversas para o desenvolvimento de novas tecnologias, tornaram o Brasil um dos maiores produtores mundiais de alimento, com potencial para expandir sua área produtiva em 70 milhões de hectares, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA/2016).
Impulsionada pela demanda de alimentos de uma população crescente, em meados do século XIX, durante a revolução industrial, a necessidade de produzir mais em curto prazo foi o que influenciou a evolução tecnológica na agropecuária. No decorrer dos anos, o investimento em novos recursos tecnológicos tornou-se essencial para elevar a produtividade e a ascensão significativa da tecnologia no setor aconteceu a partir de 1970, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).
Mesmo com as vantagens competitivas do território brasileiro para o agronegócio, o manejo inadequado das terras utilizadas para atividades agrícolas e a devastação desencadeiam constante degradação do solo, fazendo com que os pecuaristas busquem por novas soluções estratégicas que evitem impactos no seu resultado.
De acordo com a previsão da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), nos próximos cinco anos, o Brasil será o maior produtor de carne bovina do mundo, superando o líder de mercado – Estados Unidos. Conforme a entidade, hoje, o mercado é responsável por 17% da produção total e o norte-americano 19%.
Diante deste Continuar lendo 

Inscrições abertas para 2ª Corrida SESI Dia do Trabalhador

CORRIDA
O Serviço Social da Indústria em Pernambuco (SESI/PE) comemora o Dia do Trabalhador, no domingo (1º de maio), com uma corrida pelas ruas do Recife. A ideia é aproveitar a data para incentivar a adoção de um estilo de vida mais saudável entre os profissionais pernambucanos. Essa é a segunda edição da prova, que terá percursos de 5 km e 10 km, e acontece às 7h, no Cais da Alfândega. As inscrições podem ser feitas no www.eventick.com.br/corridasesi-pe, obedecendo as categorias e valores especificados.
O trabalhador da indústria paga R$ 15,00, colaboradores do Sistema Indústria (R$25,00) e para o público a inscrição custa R$ 40,00.
“Entendemos que a prática da corrida, assim como de outras atividades físicas, é um caminho eficaz para promover a saúde e a qualidade de vida do trabalhador. Por isso, resolvemos celebrar o 1º de maio de uma forma diferente, incentivando-os a deixar o sedentarismo de lado e investir no cuidado com o corpo”, afirmou o analista de Vida Saudável do SESI/PE, Fernando Medeiros.
Premiação – Além de troféus, a corrida SESI Dia do Trabalhador concederá premiação em dinheiro para os primeiros colocados no percurso de 10km -  R$2 mil (1º lugar), R$ 1 mil (2º) e R$ 500 (3º). A prova terá duas categorias: Trabalhadores da Indústria (feminino e masculino) e Atletas em Geral (feminino e masculino). No percurso de 5 km, haverá entrega de troféus e medalhas. Todos que cruzarem a linha de chegada também receberão medalha de participação. Mais informações: (81) 3082.6189.

Com ameaça de greve da PM, Governo convoca Força Nacional para ocupar as ruas

POLICIAMITITAREm reunião na Secretaria de Defesa Social (SDS), nesta segunda-feira (25), comandantes dos batalhões da Polícia Militar foram informados que o Governo do Estado já traçou a estratégia caso a greve seja deflagrada na próxima quarta-feira. O governador Paulo Câmara já teria solicitado apoio da Força Nacional – repetindo medida adotada pelo ex-governador João Lyra Neto, na greve de maio de 2014. Apesar da pressão por conta do aumento da violência, o Governo não deve ceder ao pleito dos militares, que pedem reajuste salarial de 16,5%.
De acordo com o presidente da Associação de Praças, Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco (Aspra), José Roberto Vieira, há dois anos a categoria não tem reajuste salarial. Por isso, com base na inflação dos anos de 2014 e de 2015, foi solicitada a correção de 18,5% nos salários. “Também estamos pedindo ao Governo que forneça equipamentos de qualidade para que o policial possa trabalhar com segurança”, afirmou.
Na quarta-feira à tarde, acontece mais uma rodada de negociações entre representantes das associações de militares e com o Governo do Estado. Deputados estaduais também estão acompanhando as negociações. Uma passeata dos policiais e bombeiros também está prevista para o mesmo horário seguindo pelo Centro do Recife até o Palácio do Campo das Princesas, onde podem decidir pela greve caso as reivindicações não sejam aceitas ao menos parcialmente.
A última greve da PM aconteceu em maio de 2014. Foram três dias de terror com registros de arrastões, vandalismo, saques a estabelecimentos comerciais e aumento no número de homicídios. ( Blog do Jamildo).

Julio Lossio cotado para ser ministro no eventual governo Temer?

Michel-Temer-e-Julio-Lossio
Com o processo de impeachment da presidente Dilma transitando no senado e a sua eventual saída da presidência da republica, quem assumi a presidência é o vice-presidente Michel Temer (PMDB).
Em Petrolina no Sertão de Pernambuco, o prefeito Julio Lossio (PMDB), uma das principais lideranças políticas do partido no estado e aliado de primeira hora de Temer poderá ocupar um ministério no futuro governo Temer, pelo menos são informações de bastidores que circulam forte na cidade.
Vale destacar que Petrolina já teve um Ministro no governo Dilma, o atual senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e poderá ganhar agora, Julio Lossio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores